segunda-feira, 30 de abril de 2012

Please look after mom - Kyung-Sook Shin - Desafio Literário Abril




Tema: Escritor (a) Oriental

Mês: Abril

Um pouco sobre mim:

Eu sou: Lia

Moro em: Portage - Michigan - EUA

Na net, você me encontra: no blog Quero Morar em uma Livraria

Neste mês eu li:

Título: Please Look After Mom (Por favor, cuide da mamãe)

Autor: Kyung-Sook Shin

Editora: Knopf

Número de páginas: 256

O livro é sobre: o desaparecimento de uma mulher e como cada um de sua familia lida com isso, relembrando fatos de suas vidas, como ela foi negligenciada como esposa e mãe.

Sinopse: "Park So-nyo, 69 anos, mãe de cinco filhos, desapareceu. Ao chegar a Seul para visitá-los, saindo de sua aldeia com o marido, com quem é casada há mais de 50 anos, ela é deixada para trás em meio à multidão em uma plataforma da estação de metrô. Como fez a vida toda, ele simplesmente supôs que a esposa o seguia. Essa é a última vez em que Park é vista. Começa então a procura, liderada pelos filhos e o marido, que se transforma em uma exploração emocional repleta de remorso e marcada pela triste descoberta de uma mulher que ninguém nunca conheceu. Narrado pelas vozes de uma filha, de um filho, do marido e da própria mulher desaparecida, Por favor, cuide da Mamãe é, ao mesmo tempo, um retrato da Coreia do Sul contemporânea e uma história universal sobre família e amor."
Eu escolhi este livro porque: não consegui ler nenhum da minha lista do mês e acabei descobrindo que esse valia como literatura oriental.

O que mais me chamou atenção na capa foi: acho a capa da edição brasileira muito mais bonita; tem mais a ver com o clima da história:



A leitura foi: muito boa, mas ao mesmo tempo angustiante, por imaginar o que aquela família estaria passando, o desespero da procura incansável. Não tem como não se emocionar lendo esse livro; é de uma poesia e tristeza tremenda...mas, apesar de ser triste, nos ensina a lição de dar mais valor as pessoas de nossa familia, principalmente a nossa mãe.

Achei muito dificil escrever uma resenha sobre esse livro; na verdade, nem acho isso uma resenha, pois não consegui expressar em palavras o quanto a história me emocionou e mexeu comigo. Portanto, se ficou curioso, leia-o! Vale a pena. Eu só não gostei muito do final; apesar de ter achado que deveria ter acabado daquela maneira, o tempo todo torci por um final diferente...

A nota que dou para o livro: 5

(nota de 1 a 5, sendo: 1- Não gostei 2- Gostei pouco; 3- Gostei; 4- Gostei bastante; 5- Adorei)

Sobre a autora: Kyung-Sook Shin, autora de diversos romances e uma das escritoras mais lidas e aclamadas da Coreia do Sul, recebeu os prêmios Manhae Grand de Literatura, Dong-in Literary, assim como o francês Prix de l'Inaperçu. Por favor, cuide da mamãe, seu primeiro livro lançado no Brasil, foi publicado em 23 países e já vendeu mais de 1,5 milhão de cópias. Shin divide seu tempo entre Seul e Nova York, onde atualmente é professora visitante na Columbia University.                                       

11 comentários:

  1. Oi, Lia. Adoro a forma como vc. faz suas resenhas do desafio. Apesar de não ter muita afinidade com autores orientais, fiquei curiosa com essa história. Vou criar coragem e ler esse aí.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jo
      Obrigada pelo elogio; eh a ficha de leitura criada pela equipe do Desafio Literario...leia sim, eh muito bonito o livro. Bjs

      Excluir
  2. Nossa, eu não pensava que o livro fosse tão intenso. Adorei muito seus comentários. Vai para a lista de compras!

    Bjss,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Natalia...eh sim, muito intenso e triste tb, mas uma excelente leitura...bjs

      Excluir
  3. A capa americana é realmente feiiinha...
    A brasileira me chamou a atenção, por isso o comprei. Caso contrário, acho que essa lindeza não teria caído em minhas mãos tão facilmente.

    Também acho um livro difícil de fazer resenhas!!! Por isso que nem tentei. rs

    Beijos querida do meu coração! =*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem outra capa ate mais bonita que essa, Ju, mas a brasileira vence as duas! A sua resenha ficou excelente, comparada com a minha...beijao!!

      Excluir
  4. Acho que vc poderia ter falado mais na sua resenha =/ Eu dei esse livro pra minha mãe como presente de dias das mães =)

    Ah so avisando :D Eu te recomendei a um meme lá no meu blog. Não se se poderá responder as perguntas, mas seria muito legal se sim :D

    http://travelingamongworlds.blogspot.com.br/2012/05/perguntas-e-respostas.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu avisei que nao seria uma resenha, Helena...foram so impressoes sobre o que li. Obrigada pelo comentario

      Excluir
  5. Lia, posso te contar um segredo? Não sei se tenho condições emocionais de ler este livro! Sou muito emotiva e como minha mãe jã morreu e eu moro longe da família, acho que a leitura vai ser um tanto...dolorosa! Eu adoro sagas de imigrantes, mas este eu acho que não vou encarar :-(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu entendo, Beth...eh emocao demais mesmo..bjs

      Excluir
  6. Adorei o livro, o devorei em poucos dias, depois demorei para digerir...rs...A mensagem toca dentro da gente. Minha nota coincide com a sua, nota máxima, 5. Abraços,

    ResponderExcluir

Adoro ler comentários...na medida do possível, responderei aqui mesmo