segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Meme Literário de Um Mês 2011: Dia 31 – Qual o livro que você leu esse ano que mais gostou?


Dia 31 – Qual o livro que você leu esse ano que mais gostou? Fale sobre ele.

Foi esse:

"Virginia Woolf: da aventura da alma à essência da tragédia."


Sinopse: "Esta não é apenas a biografia de Virginia Woolf, mas um erudito e envolvente relato que, como ressarcimento à inexistente autobiografia da autora, apresenta a invenção da escrita da vida como uma aventura da alma. A autora dá vida ao diário de Virginia Woolf, aos seus romances, às cartas e aos fragmentos de memórias, recriando, assim, todo o mundo ao redor dela: da Kensington natal, vitoriana e burguesa à vida nova no bairro boêmio de Bloomsbury; da batalha feminista ao pacifismo às posições revolucionárias sobre a literatura, a arte, a ética. Virginia Woolf foi uma mulher inconstante ao máximo: depressiva, apaixonada pela existência. Na busca eterna pelo conhecimento ativo da alma, utilizou a literatura como uma forma de catarse. A fim de se autoconhecer e decifrar, criou os personagens como seus duplos, seus sósias. No final, não aguentou a pressão de ser ela mesma, de viver como vivia, teve um colapso nervoso, encheu os bolsos de pedra e entrou num rio perto de sua casa. Há um drama psicológico, uma angústia de viver, e Fusini mostra que a autora não cabe em seu próprio corpo: Woolf transborda, as palavras nascem machucadas, cheias de dor e verdade."
 
 
Para ler a resenha que fiz na época, clique aqui .


domingo, 30 de outubro de 2011

Meme Literário de Um Mês 2011: Dia 30 – Qual foi o último livro que você comprou?


Dia 30 – Qual foi o último livro que você comprou? Fale sobre ele.

Quando escrevi este post, o último livro comprado havia sido este:



Nem precisa falar muito sobre ele, né?

sábado, 29 de outubro de 2011

Meme Literário de Um Mês 2011: Dia 29 – Quantos livros em média você costuma comprar por mês?


Dia 29 – Quantos livros em média você costuma comprar por mês? Você costuma comprar livros em sebos, ou prefere as livrarias? Compra muito pela internet?

Sabia que uma hora essa pergunta ia chegar...rs...não tenho nem ideia de quantos compro por mês! Não tive coragem de contar, depois que mudei para cá...rs..culpa da booksale da library, da Barnes, da Amazon...

Comprei em sebo somente uma vez, em Sorocaba. Sempre comprei mais pela internet, porque na cidade em que eu morava no Brasil, não tinha livraria boa. Aqui, compensa mais comprar no site da Amazon, é bem mais barato. Mas aproveito bastante as prateleiras de bargain books na Barnes e a famosa book sale da biblioteca local. Tinha uma livraria aqui chamada "Bargain Books" mas, inacreditavelmente, eu nunca havia ido e quando fui, vi que tinha fechado. Na cidade ao lado parece que tem a mesma; qualquer dia vou conferir...antes de fechar também, de preferência....

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Meme Literário de Um Mês 2011: Dia 28 – O que você faz quando encontra uma palavra que não conhece durante a leitura?


Dia 28 – O que você faz quando encontra uma palavra que não conhece durante a leitura? Para para procurar no dicionário? Anota para procurar depois? Ou tenta deduzir seu significado pelo contexto?

Na maioria das vezes, tento deduzir pelo contexto...só quando não dá mesmo, e a palavra e imprescindível, sem ela não dá para saber nada, eu procuro no dicionário...


Tenho feito isso também lendo em inglês; no início, era bem complicado...parava toda hora a leitura para pesquisar uma palavra que não sabia. Depois, percebi que lendo a frase toda ou mesmo o parágrafo inteiro, dava para entender...a partir dai, minha leitura começou a engrenar....

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Meme Literário de Um Mês 2011:Dia 26 – Qual o maior (em número de páginas) livro que você já leu?


Dia 26 – Qual o maior (em número de páginas) livro que você já leu? Quanto tempo demorou? Fale sobre ele.

Foi complicado,  mas achei o livro mais longo que já li (tirando a Bíblia); não lembrava do nome...lembrava da autora e que o livro era muito, muito grande...rs...

O livro é esse:


O Regresso - Rosamunde Pilcher, com a singeleza de 1090 páginas...faz muito tempo que li; lembro que era emprestado, levei uma semana para ler...não conseguia largar..é maravilhoso!! Depois que terminei, fiquei tempos com a história e os personagens na cabeça. Achei engraçado porque minha mãe leu também e disse que sentia saudades deles...rs

Vou colocar a sinopse do Skoob aqui porque não lembro muito do livro; só que gostei muito na época:

"Judith Dunbar jamais conheceu efetivamente a segurança e o bem-estar de uma vida em família. Natural de Colombo, onde o pai trabalha numa empresa de navegação, ela passa a adolescência num internato só para meninas, enquanto a mãe e a irmã mais nova vivem no exterior. Sem dúvida, não é uma vida feliz - mas, certamente, a única que pode ter. Até o dia em que sua nova colega de escola, Loveday Carey-Lewis, convida-a para passar o fim de semana em sua mansão. E, claro, apaixona-se pela família Carey-Lewis. A começar pela elegância e glamourosa Diana, que oferece-lhe para sempre o quarto rosa da casa. O reservado e amável Coronel, que a acolhe como se fosse sua própria filha´. E Athena e Edward, irmãos de Loveday, com quem Judith se identifica à primeira vista. Como num verdadeiro conto de fadas, Judith passa de uma simples garota solitária a um jovem bem educada e generosa, embalada em meio a chamas de amor e afeição."

Eu amo de paixão os livros de Pilcher; o meu favorito é "Os Catadores de Conchas", que até hoje não consegui comprar para reler...ela é uma escritora ótima, descreve tudo com tantos detalhes, sem ficar cansativo. Dá vontade de fazer as malas e partir para a Cornualha no dia seguinte...rs

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Meme Literário de Um Mês 2011: Dia 27 – Você costuma fazer anotações enquanto lê?


Dia 27 – Você costuma fazer anotações enquanto lê? Se sim, onde? A ideia de fazer anotações no próprio livro lhe assusta?

Faço sim...não anotações, propriamente ditas...mas grifo tudo que me interessa. Não me assusta nem um pouco fazer isso...rs..cuido muito bem dos meus livros, mas não sou tão "policamente correta" literariamente (existe essa palavra?? rs) falando, ao ponto de achar que não se deve grifar nem dobrar páginas de livros...

Quando não tenho um lápis a mão (grifo mais com lápis) e acho alguma parte que me agrada, sempre dou uma dobradinha na página para encontrá-la mais tarde. Também costumo copiar alguns trechos ou alguma parte que me interessa em caderninhos ou moleskines
que tenho ao lado da cama. O problema é que nunca anoto em um só; depois quando quero achar o que anotei dá um trabalhão...

Meme Literário de Um Mês 2011:Dia 25 – Tem algum livro que você tenha mais de uma edição do mesmo?


Dia 25 – Tem algum livro que você tenha mais de uma edição do mesmo? Se sim, por que? 

Na verdade não é uma mesma edição e sim, os mesmos livros em outra língua, como alguns livros da Jane Austen. Já tinha "Orgulho e Preconceito", "Razão e Sensibilidade", "Persuasão" e "Emma" em português e quando cheguei aqui nos EUA, o primeiro livro que comprei foi essa maravilha:

Jane Austen - Seven Novels



Participação especial: Jane Austen (Little Thinker)


Também tenho alguns clássicos que comprei a coleção e alguns titulos eram comuns, como por exemplo, "Madame Bovary" e "O Retrato de Dorian Gray".

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Meme Literário de Um Mês 2011: Dia 24 – Você lê um livro por vez ou gostar de alternar a leitura em dois ou mais livros?


Dia 24 – Você lê um livro por vez ou gostar de alternar a leitura em dois ou mais livros?

Já fui uma pessoa bem "normal"..rs...só lia um por vez e enquanto não terminava um livro jamais começava outro. Mas, algo aconteceu, não sei bem o que...talvez uma pressa de ler "tudo ao mesmo tempo agora", ultimamente é uma confusão total! Comeco ler um, canso, pego meia duzia na library, começo um, paro, leio outro, continuo o que comecei...vários ficam pelo caminho...rs..Um pequeno exemplo dos livros que comecei e estão ao lado da minha cama:



Ainda faltam dois na foto: "Os Diários de Sylvia Plath" (está em outro lugar que costumo ler)  e "The Throne of Fire" - Rick Riordan (e-book). Queria tanto ser uma leitora "normal"  novamente...rs...mas como??

domingo, 23 de outubro de 2011

Meme Literário de Um Mês 2011: Dia 23 – Você costumar ler e-books?


Dia 23 – Você costumar ler e-books? Ou prefere o bom e velho livro em papel? Por que?

Comecei a ler e-books depois que mudei para os Estados Unidos e comprei meu Nook Color, o leitor digital da livraria Barnes & Noble. Gosto dos dois, apesar de ler mais livros em papel; questão de costume e disponibilidade...No Nook tenho mais livros em inglês, consigo baixar muitos livros grátis, a maioria clássicos. E já achei livros muito baratos, como todos os romances da Virginia Woolf por apenas U$ 3.00.

Capa do Nook


Nook Color


Não acho que o e-book irá substituir os livros; é  um complemento. Infelizmente, acho que o mercado dos e-books no Brasil ainda está engatinhando, tomara que melhore com o passar do tempo.

sábado, 22 de outubro de 2011

Meme Literário de Um Mês 2011: Dia 22 – Cite um ou dois livros com títulos que você acha interessante.



Dia 22 – Cite um ou dois livros com títulos que você acha interessante. Você costuma escolher livros pelo título?

Dois títulos (vou citar os títulos em inglês porque acho que são mais interessantes e bonitos no original):

Dinner at Hommesick Restaurant (Almoço no Restaurante da Saudade) - Anne Tyler (para mim seria "jantar" mas traduziram como "almoço"..)



The Perks of Being a Wallflower (As Vantagens de Ser Invisível) - Stephen Chbosky



Não costumo escolher apenas pelo título, mas já escolhi sim; um exemplo:


 
"Um Hotel na Esquina do Tempo" - Jamie Ford - achei lindo e escolhi pelo título; depois li a resenha e gostei da história. A capa também é linda..

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Meme Literário de Um Mês 2011: Dia 21 – Quanto tempo em média você demora para ler um livro?


Dia 21 – Quanto tempo em média você demora para ler um livro?



Depende de várias coisas...do livro, do tempo disponível...livros como chick lit eu leio rapidíssimo; se tiver tempo sobrando, em um dia vai fácil. Agora, em inglês, demoro mais, independente do tipo  de livro. O último livro que li bem rápido, em umas quatro horas, foi "Anna e o beijo francês". Estava de férias, comecei a ler a noite e só parei quando acabei o livro. Adoro fazer isso, pena que raramente consigo...

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Meme Literário de Um Mês 2011: Dia 20 – Você gosta de poesias?


Dia 20 – Você gosta de poesias? Qual o seu poeta ou poema favorito?

Adoro...mas faz um tempo que não leio um livro de poesias...o último que li foi um do meu poeta favorito, Fernando Pessoa. Gosto também de Carlos Drummond de Andrade e Mario Quintana.


Muito bom esse poema; super atual:

Poema em linha reta
Fernando Pessoa(Álvaro de Campos)

Nunca conheci quem tivesse levado porrada.
Todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo.


E eu, tantas vezes reles, tantas vezes porco, tantas vezes vil,
Eu tantas vezes irrespondivelmente parasita,
Indesculpavelmente sujo,
Eu, que tantas vezes não tenho tido paciência para tomar banho,
Eu, que tantas vezes tenho sido ridículo, absurdo,
Que tenho enrolado os pés publicamente nos tapetes das etiquetas,
Que tenho sido grotesco, mesquinho, submisso e arrogante,
Que tenho sofrido enxovalhos e calado,
Que quando não tenho calado, tenho sido mais ridículo ainda;
Eu, que tenho sido cômico às criadas de hotel,
Eu, que tenho sentido o piscar de olhos dos moços de fretes,
Eu, que tenho feito vergonhas financeiras, pedido emprestado sem pagar,
Eu, que, quando a hora do soco surgiu, me tenho agachado
Para fora da possibilidade do soco;
Eu, que tenho sofrido a angústia das pequenas coisas ridículas,
Eu verifico que não tenho par nisto tudo neste mundo.

Toda a gente que eu conheço e que fala comigo
Nunca teve um ato ridículo, nunca sofreu enxovalho,
Nunca foi senão príncipe - todos eles príncipes - na vida...

Quem me dera ouvir de alguém a voz humana
Que confessasse não um pecado, mas uma infâmia;
Que contasse, não uma violência, mas uma cobardia!
Não, são todos o Ideal, se os oiço e me falam.
Quem há neste largo mundo que me confesse que uma vez foi vil?
Ó príncipes, meus irmãos,

Arre, estou farto de semideuses!
Onde é que há gente no mundo?

Então sou só eu que é vil e errôneo nesta terra?

Poderão as mulheres não os terem amado,
Podem ter sido traídos - mas ridículos nunca!
E eu, que tenho sido ridículo sem ter sido traído,
Como posso eu falar com os meus superiores sem titubear?
Eu, que venho sido vil, literalmente vil,
Vil no sentido mesquinho e infame da vileza.

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Meme Literário de Um Mês 2011: Dia 19 – Qual é o livro que você leu, gostou e recomenda para todo mundo ler também?


Dia 19 – Qual é o livro que você leu, gostou e recomenda para todo mundo ler também?

O meu favorito da Clarice Lispector: Perto do Coração Selvagem...adoro!! Já li varias vezes, recomendei para muitas pessoas e até dei de presente para amigas especiais.

Capa do primeiro exemplar de Perto do Coração Selvagem que tive


Perto do Coração Selvagem é o romance  de estreia de Clarice Lispector. Escrito quando ela tinha vinte anos de idade, o livro tem como protagonista  Joana, que narra sua história em dois planos: sua infancia e o início de sua vida adulta. O título, uma referência a epígrafe de James  Joyce, foi sugerido por Lucio Cardoso, amigo da autora, após o livro ter sido escrito.


“Ele estava só. Estava abandonado, feliz,
perto do selvagem coração da vida.” (James Joyce)

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Meme Literário de Um Mês 2011: Dia 18 – Você lê livros que não são para sua idade?


Dia 18 – Você lê livros que não são para sua idade? Como livros infanto-juvenis ou YA para quem é adulto, ou livros adultos para quem é adolescente.

Com certeza!! Não tenho preconceito nenhum e leio livros para qualquer idade...infantis, infanto-juvenis, YA, o que cair na minha mão eu leio!! E o melhor: leio e gosto! Adoro Harry Potter, Percy Jackson e semelhantes...

Eu acho que tem muita gente que leva a literatura muito a sério; para mim, ler também é diversão! Não temos que ler livros "sérios" e clássicos da literatura o tempo todo não!!

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

From Prada to Nada - filme


Quem me lê sempre já pôde perceber o quanto amo Jane Austen. Ainda não li todas as suas obras; aos poucos vou conseguindo...gosto de ler os livros e ver os filmes inspirados neles. Semana passada, finalmente assisti "From Prada to Nada" que é um filme "levemente" inspirado no livro "Razão e Sensibilidade". Digo levemente porque alguns elementos foram utilizados no roteiro, mas, na minha opinão, passou bem longe da história, apesar de ser um filme bem gostosinho de assistir.

Sinopse:"Descrito como uma adaptação de Razão e Sensibilidade, o filme dirigido por Angel Gracia acompanha duas irmãs mimadas, uma estudante de direito (Camilla Belle) e uma garota festeira (Alexa Vega), que moram com seu pai em uma mansão luxuosa de Beverly Hills. Quando ele morre e elas ficam sem dinheiro algum, são obrigadas a se mudar para a casa da tia (Adriana Barraza) em Boyle Heights, bairro latino de Los Angeles. Lá, entram em contato com suas raízes, embora mal falem espanhol." (fonte: site Omelete)

Tem algumas semelhanças com o livro (os romances de ambas), mas acho que o enfoque maior foi na  adaptação das meninas ao bairro latino; como foi um filme feito em Hollywood para atingir um tipo de público específico (os latinos), não poderia ser diferente. Abaixo, o trailler:




Uma observação: fiquei chocada quando descobri que o ator que fez Bruno (Cel. Brandon no livro), Wilmer Valderrama, é o Fez de That 70's Show!! Ele está muito diferente!

O próximo filme na minha lista é "Bride and Prejudice", a versão de Bollywood (a Hollywood da India) para "Orgulho e Preconceito".


Meme Literário de Um Mês 2011: Dia 17 – Cite um livro que você achou que iria gostar e acabou não gostando.


Dia 17 – Cite um livro que você achou que iria gostar e acabou não gostando. Fale sobre ele.



Já citei esse livro aqui, apesar de não ter feito nenhuma resenha. Também faz muito tempo que li, não sei falar muito sobre ele; o livro é "Os Filhos do Imperador" de Claire Messud. Eu li a resenha e achei bem interessante:

"Marina, Danielle e Julius se conhecem na universidade e se tornam amigos. Todos têm algo em comum: estão certos de que em muito pouco tempo estarão fazendo algo extremamente importante para o mundo. Porém, quando chegam perto dos 30, as coisas não estão do jeito que devem estar. Danielle está se matando para produzir documentários para a televisão, Julius mal consegue sobreviver como jornalista autônomo e Marina, a deslumbrante filha de um famoso ativista social, Murray Thwaite, ainda vive com seus pais, sem conseguir terminar o livro que está escrevendo sobre como as mudanças na moda infantil refletem as mudanças sociais. Tendo como pano de fundo a sociedade atemorizada após o 11 de Setembro, Claire Messud faz, em "Os Filhos do Imperador", um retrato bem-humorado de toda uma geração com seu estilo direto e envolvente, construindo uma magistral comédia de costumes." (retirada do Skoob)

Parece interessante, né? Mas o livro é chatissimo...comprido, a autora enrola, a gente fica esperando algo acontecer e nada...não sei quem escreveu essa resenha ai para o Skoob, porque "bem humorado" com certeza ele não é...a minha sorte maior foi que eu não comprei esse livro, e sim aluguei-o, então a perda não foi muito grande.

domingo, 16 de outubro de 2011

Meme Literário de Um Mês 2011: Dia 16 – Cite um livro que você achou que não iria gostar e acabou adorando.


Dia 16 – Cite um livro que você achou que não iria gostar e acabou adorando. Fale sobre ele.



Para quem é fã, vai soar como heresia...rs..foi "O Senhor dos Anéis", escrito por J. R. R. Tolkien. Eu comecei lendo "O Hobbit" para o Desafio Literário desse ano e gostei tanto que acabei engatando a leitura da trilogia em seguida. Li cada livro tão rápido que até eu me surpreendi. Eu acredito que a hesitação para ler os livros foi porque eu não gostei muito dos filmes (fãs, não me matem, please...rs). Achei tão compridos e tão cansativos e aquelas cenas de batalhas eram tão chatas....rs...são muito bem feitos, claro...mas...na época não curti muito. Vou confessar que depois que li o primeiro, "A Sociedade do Anel", resolvi ver o filme novamente, e  foi muito mais divertido. Então, dou meu braço a torcer: os livros são maravilhosos! Se você ainda não leu, vá correndo lê-los, não irá se decepcionar.

Tem coisa melhor do que mudar de opinião??

sábado, 15 de outubro de 2011

Compras da semana

Essa semana resolvi maneirar nas compras, né? Depois da gastança da semana passada resolvi não abusar...rs..Encomendei esse livro (ainda não chegou) da Barnes depois que vi no Facebook um link com 30% de desconto:

A Jane Austen Education: How Six Novels Taught me about Love, Friendship and the Things That Really Matter - William Deresiewicz

E ontem, minha filha disse que estava com saudades de ir na Barnes e lá fomos nós...rs...mas como não queria gastar muito, fui direto na prateleira de Bargain Books, só para dar uma "olhadinha"...e achei uma pechincha:


The Secret Life of Marilyn Monroe - J. Randy Taraborelli

Capa dura, preço real 26 dólares; paguei menos de sete dólares. Interior do livro (capas):





E muitas fotos dentro também:



Mas não parei por aí não...rs..passando na parte de revistas, achei a Vogue UK que estava louca para ver porque fala da minha musa atual, Adele:



E foi só!


Meme Literário de Um Mês 2011: Dia 15 – Qual é o seu vilão literário favorito?


Dia 15 – Qual é o seu vilão literário favorito? Por que?


Para falar a verdade, não tenho um vilão literário favorito, que eu goste ou tenha simpatia...nunca pensei nisso. Vou escolher um, ou melhor, uma vilã, por achar que foi a mais bem construída dos livros que li; para mim, não existe uma pior em termos de maldade, crueldade e vingança: Juliana, do livro " O Primo Basílio" de Eça de Queirós. Claro que existem muitos piores, que fazem maldade por serem maus mesmo, tipo psicopatas. Mas, para mim, ela é ótima por ter uma motivação por trás de sua maldade; quer se vingar da patroa que a trata mal e aproveita um deslize da própria para fazer dela gato e sapato. Não tem piedade nem quando ela esta agonizando, doente de tanto remorso. Ela é cruel, mesquinha, amarga, invejosa, vingativa, ambiciosa, ou seja, o diabo em pessoa..rs 

E para quem quiser assistir uma boa adaptação do livro, fuja da versão para o cinema, com Reynaldo Gianecchini, Fabio Assunção e cia...Vá direito para a minissérie feita pela Globo em 1988. Na minha opinião, Marilia Pera é Juliana! Perfeita! Um pequeno exemplo da maldade da empregada que vira patroa:




sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Meme Literário de Um Mês 2011: Dia 14 – Se você pudesse fazer uma pergunta para o seu escritor preferido (vivo ou morto), qual seria o escritor e qual seria a pergunta?


Dia 14 – Se você pudesse fazer uma pergunta para o seu escritor preferido (vivo ou morto), qual seria o escritor e qual seria a pergunta?

E essas perguntas estão ficando cada vez mais complicadas...rs...eu escolheria entre duas das minhas escritoras favoritas, Clarice Lispector e Jane Austen. Como Clarice viveu em uma época mais próxima da nossa (morreu em 1977), podemos ter acesso a várias entrevistas feitas com ela; apesar de ser bem dificil entrevistá-la como dá para perceber neste link .



Por isso, escolho Jane Austen. Eu poderia fazer uma pergunta bem manjada, tipo "Se você não fosse escritora, o que seria?" Mas isso não seria muito difícil de responder, já que as mulheres naquela época só tinham um papel: esposa e mãe. E ela não foi nenhuma das duas; escolheu ser escritora em um período em que mulheres não escreviam (e nem trabalhavam, na verdade..), mulheres tinham que ser esposas e mães e se não fossem nada disso, pelo menos uma tia que ajudava a cuidar dos sobrinhos ou dos pais idosos...

Então eu perguntaria, com toda cara de pau: " Querida Jane, você foi feliz seguindo esse caminho??"

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Meme Literário de Um Mês 2011: Dia 13 – Se você pudesse trocar de lugar com o personagem de um livro, qual seria?

Dia 13 – Se você pudesse trocar de lugar com o personagem de um livro, qual seria?  Que história dessa personagem você gostaria de viver?

Essa é difícil...mas vou escolher Elizabeth Bennet, do livro Orgulho e Preconceito (Jane Austen), porque acho que ela não é uma mocinha típica dos romances; tem opinião, é decidida e só faz o que quer. E a história que gostaria de viver, não podia ser outra senão o romance com Mr. Darcy...quem é que não gostaria de encontrar um desses na vida?? E se fosse como ele, melhor ainda: