quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Mil Dias na Toscana - Marlena de Blasi


Sinopse: "Há alguns anos, quando se conheceram, Marlena e Fernando se apaixonaram à primeira vista e começaram a viver uma história de amor que mais parecia um conto de fadas. Agora, decidem que chegou o momento de dar adeus a Veneza, onde tudo começou, e partem em busca de uma vida mais tranquila. O destino escolhido é San Casciano dei Bagni, um vilarejo com 200 habitantes, fontes termais e olivais centenários. De início, Fernando está mais empolgado do que Marlena. No entanto, nesse pedaço de terra onde a Toscana, a Úmbria e o Lácio se encontram, as amizades amadurecem à mesa, em torno de refeições gloriosas regadas a vinho tinto. O que poderia ser melhor para uma chef de cozinha?

San Casciano dei Bagni

Novamente, Marlena e Fernando vivem um caso de amor à primeira vista. Dessa vez pela aldeia e pela vida no campo, pelos vinhos artesanais e pela esplêndida cozinha, pelo céu toscano e pelos sinos da igreja local. Mas, acima de tudo, pelo velho Barlozzo, que os recepciona, os adota e, aos poucos, também se apaixona por eles. Guiados pelo “duque”, eles descobrem tabernas rústicas, onde o jantar é qualquer coisa que tenha sido colhida ou caçada naquele dia; participam da vindima; visitam festivais sazonais; catam castanhas no bosque; saem para caçar trufas e cogumelos selvagens; sobem em árvores para apanhar azeitonas, uma a uma, e depois experimentam o azeite recém-espremido sobre um pão simples de casca crocante.

À medida que o afeto entre eles vai crescendo, Barlozzo começa a mostrar suas feridas abertas e a revelar seus segredos mais profundos. Um deles tem a ver com Floriana, uma linda e agradável senhora que logo se torna amiga inseparável de Marlena. Ambientado num dos lugares mais bonitos do planeta, Mil dias na Toscana é uma história sobre um estilo de vida simples, doces paixões, amizades e refeições compartilhadas. E, acima de tudo, é uma história de amor verdadeiro – um amor que não tem idade nem fim." (Fonte: Site da Editora Sextante)

Mal terminei "Mil Dias em Veneza" fui correndo começar "Mil Dias na Toscana"...a história dos dois é tão empolgante, que não da mais vontade de parar de ler. Terminei esse em um dia e vou na biblioteca pegar "Um Certo Verão na Sicilia"...Enquanto que o primeiro livro é mais focado na história de como Marlena e Fernando se apaixonaram e nas dificuldades do início, este já muda um pouco o foco. Apesar de continuar as maravilhosas descrições sobre comidas e lugares, o personagem principal agora é Barlozzo, um peculiar morador da vila que terminará tendo muito em comum com o casal, mais do que eles imaginam. E é este personagem cativante e as vezes um pouco azedo e misterioso, que os guia nesta nova vida e acaba criando laços duradouros com eles. Achei o final um pouco abrupto e triste; a autora poderia ter se aprofundado mais no misterioso relacionamento de Barlozzo e Floriana. Acredito que não o fez porque não sabia muito mais do que foi revelado quase no final do livro...rs..

Agora é partir para o livro seguinte, porque não consigo mais ficar sem saber "os próximos capítulos"..rs Ah, eu acho muito lindo essa vida no campo, natureza e tudo mais...para os outros! Eu sou urbana demais (e fresca mesmo...rs) para passar a vida sem muito conforto....


3 comentários:

  1. Também gosto desse tipo de livro, só sou um pouco preguiçosa para ficação mesmo.Fui ficando chata com a idade... hahaha
    Beijos e obrigada pela dica, vi o livro mas não tinha me interessado muito. Agora vou olhá-lo melhor.

    ResponderExcluir
  2. Oi Lia eu li os livros da autora são muito bons, que bom que voltou a escrever no blog.
    Sou a Marta, estou postando como anonimo porque não sei o que acontece não estou conseguindo postar normalmente.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Marta
    Pq será que vc não consegue, né? Obrigada por comentar! Bjs

    ResponderExcluir

Adoro ler comentários...na medida do possível, responderei aqui mesmo