segunda-feira, 18 de julho de 2011

Kafka e a Boneca Viajante - Jordi Sierra i Fabra




Sinopse: Um ano antes de sua morte, Franz Kafka viveu uma experiência singular. Passeando pelo parque de Steglitz, em Berlim, encontrou uma menina chorando porque havia perdido sua boneca. Para acalmar a garotinha, inventou uma história: a boneca não estava perdida, mas viajara, e ele, um "carteiro de bonecas", tinha uma carta em seu poder que lhe entregaria no dia seguinte. Naquela noite, ele escreveu a primeira de muitas cartas que, durante três semanas, entregou pontualmente à menina, narrando as peripécias da boneca em todos os cantos do mundo. Inspirado por esta história pouco conhecida de Kafka, contada por Dora Diamant, companheira do escritor na época, Jordi Sierra i Fabra recria as cartas nunca encontradas e que constituem um dos mistérios mais belos da narrativa do século XX.

 
"Ela chorava em pé, desconsolada, tão angustiada que parecia trazer no rosto toda a dor e a aflição do mundo."

 
Se eu fosse usar somente uma palavra para descrever esse livro seria "encantador". Um livro curto, li em apenas uma manhã, mas que nos deixa com um sorriso no rosto e com um gostinho de "quero mais"...Baseado em uma história real da vida do escritor Franz Kafka, o autor consegue recriar primorosamente as nunca encontradas cartas escritas pela boneca "Brigida" que, de acordo com ele, agora na profissão de "carteiro de bonecas", havia partido para uma vida de viagens e aventuras.

No começo, a ideia era diminuir a tristeza da menina Elsi, que ele encontra no parque chorando, desolada, por ter perdido sua boneca.

"Por que a dor infantil é  poderosa? A situação era real. A relação de uma menina com sua boneca é das mais fortes do universo. Uma força descomunal movida por uma tremenda energia."

Mas Elsi fica tão feliz que ele acaba dando continuidade as viagens e aventuras da boneca; cada dia a carta vem de um lugar diferente: Londres, Paris, Viena, Veneza, Espanha, Grécia, Hungria, Africa, Tóquio, Nova Iorque, China...muitos lugares diferentes e muitas aventuras maravilhosas. Com essas cartas, Elsi aprende a lidar com perdas; ao mesmo tempo que a boneca "cresce" e se aventura cada vez mais, a menina tambem cresce. Mas uma hora, surge uma dúvida: " De quantas cartas Elsi precisaria para ser feliz? E Brigida, de quantas para se libertar?"


A partir desse momento, acompanhamos o sofrimento do escritor para bolar um final para as aventuras, um final  tão brilhante e feliz que faria a menina  não  mais sofrer pela perda da boneca e continuar na inocência e pureza da infância.

 "Salvar uma menina não era salvar o mundo? [...] Pelo menos teria cumprido sua tarefa, impedindo que uma enorme ferida marcasse a vida de Elsi por causa da perda de Brígida ."

Durante anos, o estudioso de Kafka Klaus Wagenbach procurou a menina pelos arredores do parque, casa por casa, interrogou os vizinhos, colocou anúncios nos jornais, tudo em vão...Nunca perdeu as esperanças, sempre sonhando como o milagre de encontrá-la e perguntar se guardara aquelas cartas, que constituíam um dos documentos mais importantes de um dos mais importantes artistas do seculo XX.


10 comentários:

  1. Que bonitinho! Deve ser uma história bem fofa!
    Um beijo!
    Camie
    http://camieinwonderland.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Lindo! A sinopse do livro e este post me deixaram fascinada pelo livro (e não é exagero!). Sinto que é uma daquelas obras que eu certamente gostarei!

    Bjos,
    escrevendoloucamente.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Eu não conhecia este livro, mas é muito bom ler livro que envolvem ficção e realidade, principalmente assim com escritores. Bku

    ResponderExcluir
  4. Lia eu li ano passado esse livro e concordo contigo ele é mesmo encantador, até indiquei para uma amiga como sendo um dos melhores livros que já li, fiquei realmente tocada e comovida com esta singela história. Adorei teu texto.
    estrelinhas coloridas...

    ResponderExcluir
  5. Oi Lia, que legal!
    Não conhecia o livro e achei bem interessante a narrativa. Valeu pela dica. Bjs.

    ResponderExcluir
  6. Ô Lia, parece ser um livro lindo. Como disse vc, que nos deixa com sensação de 'quero mais'.
    Gosto de livros assim também.

    ResponderExcluir
  7. Já vou atrás desse livro, hehe...

    ResponderExcluir

Adoro ler comentários...na medida do possível, responderei aqui mesmo