sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Desafio Literario 2011: Peter and Wendy - J.M. Barrie

All children except one grow up

Tema: Literatura Infanto Juvenil
Mês: Janeiro
Um pouco sobre o mim

Eu sou a: Lia

Moro em: Portage - Michigan (EUA)

Na net, você me encontra: Quero Morar em uma Livraria
Neste mês, eu li:


Título: Peter and Wendy

Autor do livro: J.M. Barrie

Editora: Sterling Classics

Nº de páginas: 160

Quando vi a capa do livro, o que mais chamou a minha atenção foi: Achei bem diferente a capa desse livro, pois mostra um Peter Pan mais proximo do que Barrie descreveu e nao o Peter que estamos acostumados a ver, do desenho da Disney. Eh meio vintage e muito bonita.

O livro é sobre: De um modo geral, sobre o fim da infancia, sobre crescer e perder a inocencia. Eh a verdadeira história de Peter Pan, o menino que fica furioso com a simples idéia de crescer. É também a história de Wendy, uma menina que adora brincar de ser adulta. Eh uma historia de  aventura emocionante e cheia de significados, na qual temas como família, coragem e amor ao próximo são abordados com profundidade e sensibilidade.

Eu escolhi este livro porque: Gosto muito dessa historia e sempre quis ler a original, pois so conhecia a do desenho.

A leitura foi: Divertidissima. O livro eh otimo, bem diferente do desenho. Eh claro os personagens sao os mesmo, a historia tambem, mas o livro nos leva a uma Terra do Nunca muito mais violenta do que no desenho; os Meninos Perdidos lutam com os piratas e matam-nos; fiquei na verdade um pouco assustada com a crueza nessas cenas..rs..Peter Pan tambem eh um pouco menos infantil; chega a ser maldoso as vezes, como as criancas sao de vez em quando; fazem algo sem pensar nas consequencias.

Tambem, diferente do desenho, o livro conta o que acontece depois que as criancas voltam da Terra do Nunca, mostra Wendy crescida e como Peter lida com isso.

O personagem que eu gostaria de ter conhecido é: o proprio Peter. Por quê? Ele eh travesso porque nao teve uma mae presente; gostaria de mostra-lo que maes nem sempre sao tao ruins como ele pensa..rs..

Os trechos do livro que merecem destaque:

" - Quem eh voce, Peter Pan? - Gancho gritou, desesperado.
  - Eu sou a juventude, sou a alegria, sou um passarinho que acabou de sair do ovo - Peter respondeu, sem pensar."
"Quando o primeiro bebê riu pela primeira vez,o riso se despedaçou em milhares de partes e todas elas se espalharam, foram saltando. E assim nasceram as fadas."

" - Ah, bons tempos aqueles, em que eu sabia voar...
   - Por que voce nao sabe mais, mamae?
   - Por que eu cresci, querida. A gente desaprende quando cresce.
   - Por que a gente desaprende?
   - Por que a gente nao eh mais alegre...so pessoas alegres e inocentes sabem voar..."
(Wendy conversando com sua filha)


A nota que eu dou para o livro: 5

( 1- Não gostei 2- Gostei pouco; 3- Gostei; 4- Gostei bastante; 5- Adorei)


Sobre o autor:


Nascido na Escócia, em 1860, James Barrie mudou-se para Londres para seguir carreira jornalística e literária. Peter Pan, de 1904, surgiu quando o autor contava histórias para um grupo de meninos nos jardins de Kensington, onde hoje existe uma estátua do personagem. O primeiro nome de Peter Pan foi, com quase certeza, tirado de Peter Llewellyn Davies (1897-1960), um dos irmãos Llewellyn Davies. Peter, que se tornou editor, cometeu suicídio em 1960, se jogando na frente de um metrô. É dito que Peter se tornou muito infeliz ao longo da vida, por nunca conseguir se desassociar do personagem que recebeu seu nome.


Estatua de Peter Pan em Londres

O pai do autor, David Barriquelo, era um fiandeiro e sua mãe, Margaret Ogilvy, a filha de um pedreiro. O casal teve dez filhos e Barrie foi o nono. Jamie, como era chamado, ouvia histórias de piratas contadas por sua mãe que lia para seus filhos as aventuras de R. L. Stevenson. Quando Barrie tinha sete anos, seu irmão David morreu em um acidente de patinação. David fora o filho preferido e sua mãe caiu em depressão. Barrie tentou conseguir sua afeição vestindo-se com as roupas do irmão falecido. A relação obsessiva que surgiu entre mãe e filho marcaria sua vida. A história de aventura de Barrie foi a conseqüência da sua não revelada busca pelo amor. Peter Pan serviu como uma consolação pela falta de afeição recebida pelas duas mulheres mais importantes de sua vida: sua mãe e sua esposa. Barrie escreveu a peça numa tentativa de definir seu remorso por perder sua infância e nunca ter tido um filho ou filha como Peter ou Wendy.

Peter Pan foi produzido para os palcos em 1904, mas a peça teve que esperar vários anos por uma versão imprimida definitiva e não apareceu com uma historia narrativa até 1911. O livro foi intitulado Peter e Wendy. No epílogo do romance, Peter visita uma Wendy já adulta.

A historia da criacao da peca eh retratada de um modo muito bonito no filme "Finding Neverland" (Em Busca da Terra do Nunca) com Johnny Depp no papel de Barrie e Kate Winslet no papel de  Sylvia Llewelyn Davies, mae dos garotos que ouviam as historias do escritor. Muito lindo e emocionante. Trailler do filme:






Observacao: achei bem interessante um trecho do filme em que Barrie conversa com uma senhora idosa apos a primeira apresentacao da peca e ela diz para ele: " O relogio dentro do crocodilo eh o tempo passando, nao eh? Nao temos como fugir do tempo..."

 
Fonte da pesquisa: Wikipedia



18 comentários:

  1. Que interessante você comentar sobre o filme Finding Nederland, raramente alguém comenta! Gostei muito do filme, assisti duas vezes e ainda tenho o DVD aqui em casa. Eu que já era fã do Peter Pan desde criança, adorei saber mais sobre os bastidores.

    ResponderExcluir
  2. Nossa esse é o clássico dos clássicos, mas nunca tive a oportunidade de ler, tbm gosto muito desse conto!

    ResponderExcluir
  3. A parte q mais gostei: " A Sr. Darling estava arrumando a cabeça dos filhos quando ouviu falar de Peter Pan pela primeira vez. À noite, depois que as crianças pegam no sono, as boas mães costumam entrar na cabeça delas e organizá-las para a manhã seguinte, recolocando nos devisos lugares as muitas coisas que ficaram esparramandas durante o dia.
    Se você conseguisse ficar acordado (mas é claro que não consegue), veria sua mãe fazer isso e acharia divertido observá-la. É como arrumar gavetas. Você a veria ajoelhada, suponho, examinando o conteúdo de sua cabeça, tentando imaginar onde você pegou isso ou aquilo, fazendo descobertas agradáveis e outras nem tanto, encostando alguma coisa no rosto como se fosse um gatinho e escondendo uma outra qualquer. De manhã, quando você acorda, as travessuras e as maldades que levou para a cama estão bem dobradas no fundo de sua cabeça, enquanto no alto, expostos com todo capricho, estão os seus pensamentos mais bonitos, prontos para serem usados." página 12
    Eu ADORARIA poder fazer isso! Arrumar a cabeça dos filhos, que sonho!!! Como infelizmente não adquiri esta capacidade, tento fazer o melhor q posso com eles acordados mesmo! hehehe

    ResponderExcluir
  4. Com certeza um livro que eu gostaria de ler!
    ^^

    Adorei sua resenha. Super detalhada!

    BJo
    http://www.silencioqueeutolendo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Olá Lia,muito boa sua resenha.Parabéns pela escolha do livro,acho que aqui no Brasil não temos este livro traduzido - mais um, né? bju

    ResponderExcluir
  6. Peter Pan faz parte do imaginário infantil.
    Você trouxe curiosidades interessantes em sua resenha que contribuíram para conhecermos melhor a obra.
    Parabéns

    ResponderExcluir
  7. Oi Lia!
    Também achei a capa meio vintage, super linda.
    Esse filme é muito lindo!
    Adoro!
    Beijão

    ResponderExcluir
  8. Oi, Beth
    Adoro o filme, acho que é de uma delicadeza incrível... bjs

    Oi, Kézia
    Qdo puder, leia... é uma graça de história!

    Oi, Gisele
    Adoro essa parte tb! Muito interessante, né?

    Oi, Clicia
    Obrigada, que bom que gostou! Bjs

    ResponderExcluir
  9. Oi, Mônica
    Obrigada; tem sim essa edição no Brasil, é da Companhia das Letrinhas; inclusive tem para vender no Submarino. Bjs

    Oi, Rê
    Obrigada pelo elogio! Bjs

    Oi, Lari
    Muito fofa, né? E tb tem ilustrações lindas dentro do livro! Bjs

    ResponderExcluir
  10. Olha que barato ler Peter Pan, esse é uma idéia que ainda não tive! Sabes o que tua comparação com o livro me fez lembrar? O livro "Lord of the flies" - "O Senhor das Moscas"... já leste? Apesar de que parece-me que, pela sua descrição, as crianças matam os piratas (os "homens maus") enquanto que no O Senhor das Moscas, elas matam umas as outras! rs.

    Boa idéia essa, tenho que anotas =D

    Beijos

    Feliz 2011!, 2012! 2013! ;)

    ResponderExcluir
  11. Lia
    A capa e' linda mesmo!!! A resenha esta' primorosa, vou coloca'-lo na minha lista. Beijos

    ResponderExcluir
  12. Amei a explicação para a origem das fadas!

    Tem dois selinhos para você lá no blog!
    Beijinho

    ResponderExcluir
  13. Lia, engraçado isso, né? Eu também só conheço a versão Disney de Peter Pan e a sensação que me dá é que foi um livro lido...rs
    Ótima participação!

    Bjs

    ResponderExcluir
  14. Oi, Juh
    Ja ouvi falar sobre esse livro, mas nunca li; vou procurar ler um dia.Bjs e feliz ano novo para vc tb!

    Oi, Josiana
    Obrigada! Bjs

    Oi, Larissa
    Obrigada pelo elogio..bjs

    Uma graca a explicacao, ne? Obrigada pelos selinhos.. Bjs

    Oi, Vivi
    Obrigada..bjs

    ResponderExcluir
  15. Esse livro é lindo, parabéns pela escolha ^^
    Gostei bastante de saber as informações sobre o autor.

    ResponderExcluir
  16. Oi, Ligia
    Obrigada, eh um livro lindo mesmo..bjs

    ResponderExcluir
  17. Estou louca pra ler esse livro...
    Ah, adorei o blog!

    Beijos
    Camila- Ninho de Fogo

    ResponderExcluir

Adoro ler comentários...na medida do possível, responderei aqui mesmo