quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Aniversario de Jane Austen



Em 16 de dezembro de 1775, na residencia paroquial Steventon, Hampshire, Inglaterra, nasceu a escritora Jane Austen. Foi a setima filha do reverendo George Austen e de sua esposa Cassandra.O reverendo Austen era uma espécie de tutor, e suplementava os ganhos familiares dando aulas particulares a alunos que residiam em sua casa. Jane tinha seis irmaos e apenas uma irma, a amada Cassandra. Cassandra e Jane eram confidentes, e hoje se conhece uma série de cartas de sua correspondência.


Naquele tempo, era comum enviar os bebes, poucos meses apos o nascimento, a amas de leite e foi o que ocorreu com as criancas Austen. Pode parecer estranho e um pouco frio para nos, mas os Austen eram de fato pais muito amorosos. Nos romances de Austen, vemos como a familia era importante para ela e como os pais e irmaos tiveram uma influencia poderosa nas suas jovens heroinas.

Em 1783, Jane e Cassandra foram para a casa da Sra. Cawley, em Southampton, para prosseguir a educação sob sua tutela; porém tiveram que regressar para casa, devido a uma enfermidade infecciosa em Southampton. Entre 1785 e 1786, ambas foram alunas de um internato em Reading, lugar que pode ter inspirado Jane para descrever o internato da Sra. Goddard, que aparece no romance Emma. A educação que Austen recebeu ali foi a única recebida fora do âmbito familiar. Elas nao aprendiam muito nesta escola, talvez apenas piano, danca, frances, costura... Por outro lado, sabe-se que o reverendo Austen tinha uma ampla biblioteca e, segundo ela mesma conta em suas cartas, tanto ela quanto sua família eram "ávidos leitores de romances, e não se envergonhavam disso". Assim como lia romances de Fielding e de Richardson, lia também Frances Burney. O título de Orgulho e Preconceito, por exemplo, foi retirado de uma frase dessa autora, no romance Cecilia.

As escolas de garotas aparecem muito em seus romances e Austen nunca disse muita coisa boa sobre elas como instituicoes de ensino, embora mostrasse simpatia pelas mulheres que trabalhavam nelas.


Entre 1782 e 1784, os Austen fizeram representações teatrais na reitoria de Steventon, que entre 1787-1788 foram mais elaboradas graças à colaboração de sua prima, Eliza de Feuillide, (a quem dedicou Love and Freindship). Nos anos posteriores a 1787, Jane Austen escreveu, para o divertimento de sua familia, Juvenilia, que inclui diversas paródias da literatura da época. Entre 1795 e 1799 começou a redigir as primeiras versões dos romances que se publicariam sob os nomes Sense and Sensibility, Pride and Prejudice e Northanger Abbey (que antes se intitulavam Elinor and Marianne, First Impressions, e Susan, respectivamente). Provavelmente, também escreveu Lady Susan nesta época. Em 1797, seu pai quis publicar Orgulho e Preconceito, mas o editor recusou.


Em 1803, Jane Austen conseguiu vender seu romance Northanger Abbey (então intitulado Susan) por 10 libras esterlinas, apesar de o livro ter sido publicado somente 14 anos depois. É possível, também, que nessa ocasião tenha começado a escrever The Watsons, logo abandonando a ideia. Sense and Sensibility foi aceita por um editor em 1810 ou 1811, apesar de a autora assumir os riscos da publicação. Foi publicado de forma anônima, em outubro, como pseudônimo: "By a Lady".


Animada pelo êxito de Sense and Sensibility, a autora tentou publicar também Pride and Prejudice, que foi vendido em novembro de 1812 e publicado em janeiro de 1813. Ao mesmo tempo, começou a trabalhar em Mansfield Park. Em 1813, a identidade da autora de Pride and Prejudice começou a difundir-se, graças à poupularidade da obra e à indiscrição da família. Nesse mesmo ano foi publicada a 2ª edição de suas obras, e em maio de 1814 surgiu Mansfield Park, obra da qual se venderam todos os exemplares em seis meses, e Austen começou a trabalhar em Emma.

Em dezembro de 1815 foi publicada Emma, dedicada ao príncipe regente e, no ano seguinte, uma nova edição de Mansfield Park. A segunda não teve o êxito das obras anteriores, e as perdas desquilibraram os ganhos da primeira edição

Austen começou Persuasion em agosto de 1815, mas um ano depois começou a se sentir mal. No início de 1817 começou Sanditon, porém teve que abandonar a obra por seu estado de saúde. Para receber tratamento médico foi levada a Winchester, onde faleceu em 18 de julho de 1817.Suas últimas palavras foram: "Não quero nada mais que a morte".Tinha 41 anos.

Em seu testamento, legou tudo o que tinha para sua irmã Cassandra. Na época, não se sabia a causa de sua morte; hoje, considera-se que foi Doença de Addison. Está enterrada na Catedral de Winchester.

O epitáfio, na catedral de Winchester, não menciona que foi a autora de seus conhecidos romances. Em 1872, depois que James Edward Austen-Leigh publicou suas Memórias, foi colocada uma nova placa explicando sua condição de escritora e salientando: "She opened her mouth with wisdom and in her tongue is the law of kindness" ("Ela abriu sua boca com sabedoria e em sua língua reside a lei da bondade").

Fonte da pesquisa: Wikipedia e o livro "101 Things You Didn't Know about Jane Austen - The Truth about the World's Most Intriguing Literary Heroine" - Patrice Hannon

Comecei a ter interesse por Jane Austen quando assisti "Mensagem para Voce", com Tom Hanks e Meg Ryan. A personagem de Meg era louca por "Orgulho e Preconceito" e nao parava de citar trechos da obra e dizer quanto era lindo o romance de Lizzy e Darcy. Depois, veio o livro e  filme "Bridget Jones", inspirados no mesmo "Orgulho e Preconceito". Passei um tempo sem ler mais nada de Jane Austen e com o Desafio Literario, pude redescobri-la. Ate agora, ja li "Orgulho e Preconceito", "Razao e Sensibilidade", "Emma" e estou lendo "Persuasao". Acho triste que no Brasil seja tao dificil achar suas obras nao tao "famosas"; aqui nos Estados Unidos tem todos, varias edicoes e precos variados tambem.

Depois que mudei para ca, meu amor por Jane Austen so aumentou e estou viciada em comprar livros e qualquer coisa relacionada a ela. Olha que linda a caneca:

Caneca


Caixa




Fundo da caixa


Inscricao na caneca: "There is nothing like staying at home, for real comfort" - from Jane Austen's Emma, 1815.

Tenho mais coisas bonitas para mostrar, irei postando no restante dessa semana. Ah, e tem promocao legal no blog da Adriana Zardini, Jane Austen Sociedade do Brasil .

9 comentários:

  1. Ah!!! Que legal!!!!!!
    Parabens para Jane!!
    Eu começei a gostar de Jane antes, quando assisti a primeira vez Razão e Sensibilidade. Mas pulei para os livros quando assisti A casa do Lado. A personagem da Sandra Bullock tem Persuasão como livro preferido.
    Kisses
    Cynthia

    ResponderExcluir
  2. nossa, que delícia de post. eu me apaixonei pela austen com orgulho e preconceito. mas, o que você disse é bem verdade: muito difícil de encontrar os livros dela aqui. bom, quero ler o máximo que puder.

    beijos, Lia! **:

    ResponderExcluir
  3. Que emoção. A Jane é fantástica, tive a sorte de comprar uma coletânea com os Gigantes da Literatura e para minha excitação ela está incluída assim como Goethe e Emily Bronte. Beijooo Lia até outro post =)

    ResponderExcluir
  4. Esta febre de Jane Austen pelo mundo, mas principalmente nos EUA, respingou um pouco em nós, aqui no brasil. Mas temos muito menos que merecemos, as traduções são poucas e os mimos ... passam longe.Quem nos salvou no início foi a Martin Claret, que publicou alguma coisa, para nos sedentos do Romantismo.Mas as traduçoes estão aparecendo lentamente, vamos aguardar melhoras. Parabéns pelas aquisições, bjs

    ResponderExcluir
  5. Que bacana essa sua paixão por Jane Austen. Dela li Emma e Razão e Sensibilidade, e assisti aos filmes. Me cobro para ler Orgulho e Preconceito, pois já ouvi falar muito desse livro, mas ainda não me entusiasmei, mas está na minha lista, quem sabe o ano que vem. Quand li Lendo Lolita em Teerã, vi vários comentários de Azar Nafisi no livro sobre Jane Austen. Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Cynthia
    Eu tb me interesse por Persuasao qdo vi A Casa do Lado. So que consegui compra-lo somente este ano. Por enquanto estou gostando da historia. Bjs

    Oi, Juliana
    Estou lendo o ultimo que tenho em portugues; depois vou tentar ler os que faltam em ingles mesmo..bjs

    ResponderExcluir
  7. Oi, Juliana
    Tb acho-a fantastica, muito talentosa..bjs

    Oi, Monica
    Eh verdade, parece que agora eh que estao investindo mais em traducao dos livros dela...que bom, ne? Bjs

    Oi, Cecilia
    Leia O&P, eu acho o melhor de todos que ja li..estou louca para ler "Lendo Lolita em Teera"..bjs

    ResponderExcluir
  8. Ah, amei este post! Eu sou A-P-A-I-X-O-N-A-D-A pelas obras de Jane Austen!!
    Bj.

    ResponderExcluir
  9. Oi, Daniela
    Obrigada..eu tb sou cada vez mais apaixonada e viciada nas obras de Jane Austen! Bjs

    ResponderExcluir

Adoro ler comentários...na medida do possível, responderei aqui mesmo