segunda-feira, 2 de agosto de 2010

A Menina com a Lagartixa - Bernhard Schlink


Sinopse:

"O fascínio de um garotinho por um quadro se transforma em obsessão doentia conforme ele tenta descobrir a origem da pintura e de seu autor. Durante toda a vida um menino ouviu o pai dizer que o objeto de sua fascinação - o quadro no qual uma menina contempla uma lagartixa - seria o seu maior legado. Na pintura, as duas se olham, mas não se veem; a menina observa a lagartixa com um olhar sonhador, e a lagartixa fita a menina com olhos vazios e brilhantes.

O pai do menino desfruta do prestígio como juiz do tribunal da cidade, até que, estigmatizado por seu passado nazista, é obrigado a se demitir e aceitar um emprego em uma companhia de seguros. À medida que a família se degenera, os segredos ligados à misteriosa obra se transformam em uma obsessão para o filho. Após a morte do pai, ele decide investigar a origem do quadro que acaba de herdar e que o fascina desde pequeno."

Um livro curtinho, bem gostoso de ler. Gosto muito do escritor, Bernhard Schlink, autor do sucesso "O Leitor" e de outros livros como "O Outro", "A Volta para Casa" e o mais recente, "O Fim de Semana." No livro "A Menina com a Lagartixa", a Segunda Guerra Mundial, apresentada com maestria em "O Leitor", volta a ecoar nas vidas das famílias, impondo o fardo de conviver com pecados e culpas do passado. Apesar do tema soar meio repetitivo, deu origem a um livro muito bom.

Não deve ser mesmo fácil lidar com a  terrível herança deixada para a primeira geração de alemães nascidos após Segunda Guerra Mundial. A família do menino do livro (que é tratado assim mesmo, sem nome) esconde seu passado e ele só começa a conhecer a verdade quando tenta descobrir a história por trás do quadro. Mas a dúvida parecer permanecer o tempo todo..nada é dito claramente...será que o quadro foi dado a seu pai pelo pintor judeu em fuga ou foi espólio da guerra? Seu pai seria o algoz ou benfeitor dos judeus? O menino podia ser fruto de uma relação não consentida??

O fim do livro é bem surpreendente, mas acho que não poderia ser diferente. O destino que o menino dá ao quadro significa sua libertação de um passado tenebroso e a abertura para a possibilidade de novas experiências no futuro, não marcadas pela carga das lembranças ancestrais. Acredito que esse é o tema do livro - esquecer o passado e olhar para o futuro e, acima de tudo, aprender a perdoar.

Sobre o autor: 
Bernhard Schlink (Bielefeld, 6 de julho de 1944) é um jurista e escritor alemão, professor de Direito e Filosofia na Universidade Humboldt desde 1996. Sua obra de ficção mais renomada é o livro "Der Vorleser" (O Leitor) publicado em 39 idiomas e adaptado para o cinema pelo diretor inglês Stephen Daldry.


2 comentários:

  1. Oi Lia,
    Fiquei muito curiosa a respeito desse livro e a sua sinopse só veio a aumentar a minha vontade de ler.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  2. O único livro que li do Bernhard Schlink foi ‘O Leitor’. Fiquei apaixonada pela sua escrita dinâmica e real. Bernhard é um ótimo escritor!! Tenho que ler os outros livros dele!! Nossa, são tantos livros para ler e comprar na minha lista que *cai*.

    ResponderExcluir

Adoro ler comentários...na medida do possível, responderei aqui mesmo