sábado, 24 de julho de 2010

De Amor e de Amizade - Crônicas para jovens - Clarice Lispector

Sinopse


"Amor e amizade inspiraram Clarice Lispector dezenas de vezes. Prova disso são as quatro dezenas de textos selecionadas pelo editor Pedro Karp Vasquez para a coletânea De amor e amizade – Crônicas para jovens, primeiro de uma coleção que reunirá crônicas, escolhidas por temas, de Clarice Lispector.

Sem prender-se a significados prosaicos, a escritora criou durante anos histórias que remetem a amizades daquelas sem tamanho, a amores para o resto da vida, a relacionamentos baseados na superficialidade e até mesmo ao episódio daquele amor destruído por causa de um bule de bico rachado.
Os textos escolhidos apresentam-se impregnados pela forma incomum com que a escritora transporta para o papel seu jeito de ver o mundo e de lidar com o amor e a amizade. Linha após linha, Clarice conduz seus leitores pela “mistura de observações das miudezas do cotidiano com vastos voos do espírito”, como define o editor no prefácio. Leitores de Clarice Lispector não tem idade, mas desta vez a seleção foi pensada para provocar uma experiência inspiradora em jovens leitores, aqueles que “estão começando a descobrir os mistérios e os prazeres do amor e da amizade”. Histórias fictícias intercalam-se com relatos pessoais, nos quais Clarice parece prestar uma homenagem a amigos queridos.

De amor e de amizade – crônicas para jovens não se restringe, porém, somente àqueles que encontram-se com Clarice pela primeira vez, mas serve também como um “sopro de renovação e reflexão para os leitores mais maduros”, aqueles que há muito já descobriram que a vida não foi feita para ser vivida automaticamente e que tanto a amizade quanto o amor devem ser experimentados até a última gota – “sem nenhum medo”, como ressalta em determinado momento a escritora."

Comprei esse livro com um pouco de desconfiança...achei que fossem crônicas já lançadas em outros livros. Não tenho todos os livros de Clarice, mas não li essas em nenhum que tenho, então para mim todas foram novidade. São textos escritos para sua coluna semanal no Jornal do Brasil, no período de agosto de 1967 a dezembro de 1974. Gostei muito, é muito apropriado para quem está iniciando nas obras dela e também para quem já a conhece há muito tempo, como é o meu caso. Textos que mais gostei: Por não estarem distraídos, Amor, O grito, O suéter, Os grandes amigos.

Alguns trechos:

O que nos salva da solidão é a solidão de cada um dos outros. Às vezes, quando duas pessoas estão juntas, apesar de se falarem, o que elas comunicam silenciosamente uma à outra é o sentimento de solidão. (A comunicação muda)

...amor será dar de presenteum ao outro a própria solidão? Pois é a coisa mais última que se pode dar de si. (O presente)

Mas há a vida que é para ser intensamente vivida, há o amor. Há o amor. Que tem que ser vivido até a última gota. Sem nenhum medo. Não mata. (Mas há a vida)

Saudade é um pouco como fome. Só passa quando se come a presença. Mas às vezes a saudade é tão profunda que a presença é pouco: quer-se absorver a outra pessoa toda. Essa vontade de um ser o outro para uma unificação inteira é um dos sentimentos mais urgentes que se tem na vida. (Saudade)




5 comentários:

  1. As cronicas da Clarice Lispector são maravilhosas! Estou sempre publicando frases e algumas cronicas dela em dos meus blog para homenagia-la! Clarice é sensacional... Para o desafio eu já terminei de ler um livro \o/... preciso comprar mais um livro dela para dar continuação...
    E esse parece uma coletânea ótima, pelo o que você descreveu... Um belo livro!
    bjus

    ResponderExcluir
  2. Clarice reina, inspira e encanta. Transformar sentimentos e coisas cotidianas em poesias e cronicas que nos tocam como se estivesse falando de nós mesmos, só Clarice tinha esse dom *-*

    ResponderExcluir
  3. Oi, Beli
    Tb li um livro de Clarice para o desafio. E esse é um livro muito gostoso de ler. Bjs

    É verdade, Suzy
    Tb penso isso sobre os livros dela...alguns trechos parecem que foram escritos para mim. Bjs

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia esse livro, mas gostei da dica :)
    Já li Por Não Estarem Distraídos, que uma amiga postou no blog há pouco tempo.

    Bjos

    ResponderExcluir
  5. Oi, Cintia
    É bonito, não? Bjs

    ResponderExcluir

Adoro ler comentários...na medida do possível, responderei aqui mesmo