quarta-feira, 21 de julho de 2010

Bright Star



Assisti ontem o lindo "Bright Star" - Brilho de uma Paixão, sobre a vida do poeta romântico inglês John Keats. Dirigido por Jane Campion (de O Piano) é uma adaptação do livro Keats, biografia escrita por Andrew Motion. É um ótimo filme para quem curte poesia e filmes mais calmos, sem muita ação mas com belíssima fotografia e lindo figurino. No começo dá um pouco de sono, vou confessar, mas melhora quando o romance engrena..rs

Em 1818, antes de ser considerado um dos mestres do Romantismo, o jovem (vivido por Ben Wishaw) apaixona-se por sua vizinha, a decidida Fanny Brawne (a australiana Abbie Cornish, ótima no papel). O relacionamento não é aprovado pela família de Fanny e nem pelos amigos de Keats, por ele não ter renda suficiente para manter uma família. É tão lindo quando ele começa escrever e declamar poesias para ela...pena que tem um final tão triste, ele morre com 25 anos, de tuberculose, como muitos poetas e escritores morriam na época (Mal do século).

Trailler do filme:


Sobre o poeta:
John Keats estudou para ser farmacêutico, chegando mesmo a se formar. Porém, seu interesse por idiomas (dominava o latim e o francês), por história e mitologia o levou a exercer a literatura. Dedicava todo tempo livre à leitura. Seus primeiros versos não mostravam o grande poeta que se tornaria mas, mesmo contra o conselho de amigos, publicou seus Poemas em 1817.

No ano em que se publica o livro Endymion, Keats encontrou Fanny Brawne, a grande paixão de sua vida. Keats deixa-se consumir pela paixão e dedica-se a ela com intensidade. Passa a escrever de forma ainda mais inspirada e a sua poesia revela mais maturidade e poder. É durante esta fase, que John Keats dedica o soneto “Bright Star” a Fanny.


Teve que separar-se dela em 1820, devido à tuberculose que ele havia contraído. Foi para a Itália, onde morreu poucos meses depois.
 
Fanny se casou, passando a chamar-se Frances Lindon. Os filhos sabiam do seu romance com John Keats, mas Fanny fê-los prometer que nunca diriam nada a ninguém, inclusivamente ao próprio pai. Após a morte deste em 1872, um dos flhos de Fanny resolve publicar as cartas que John Keats escrevera a sua mãe. Em 1878, publica então, “Keats’s love letters to Fanny Brawn”; cartas essas que ficariam na história.

Poucos poetas escreveram obras tão importantes em tão pouco tempo como Keats. O último e maior dos poetas românticos ingleses, exerceria uma profunda influência sobre Tennyson, Robert Browning, pré-rafaelitas e outros. (Retirado da Wikipedia)


Trecho do poema Endymion


O que é belo há de ser eternamente

Uma alegria, e há de seguir presente.

Não morre; onde quer que a vida breve

Nos leve, há de nos dar um sono leve,

Cheio de sonhos e de calmo alento.

Assim, cabe tecer cada momento

Nessa grinalda que nos entretece

À terra, apesar da pouca messe

De nobres naturezas, das agruras,

Das nossas tristes aflições escuras,

Das duras dores. Sim, ainda que rara,

Alguma forma de beleza aclara

As névoas da alma. O sol e a lua estão

Luzindo e há sempre uma árvore onde vão

Sombrear-se as ovelhas; cravos, cachos

De uvas num mundo verde; riachos

Que refrescam, e o bálsamo da aragem

Que ameniza o calor; musgo, folhagem,

Campos, aromas, flores, grãos, sementes,

E a grandeza do fim que aos imponentes

Mortos pensamos recobrir de glória,

E os contos encantados na memória:

Fonte sem fim dessa imortal bebida

Que vem do céus e alenta a nossa vida.

10 comentários:

  1. Nossa vc quase me faz surtar aqui, eu achei que na foto era a Kate Holmes e tava sem entender nada huahuahua

    ResponderExcluir
  2. Que poema lindo!!!!!!!!!!!!! Eu ainda não vi este filme!!Doida para ver ;)

    ResponderExcluir
  3. Concordo com voce, o filme e' muito bonito e doce apesar do final triste. Eu, que nem gosto muito de poesia, fiquei com vontade de conhecer mais. Abcs

    ResponderExcluir
  4. Oi Lia.

    Um dos meus poeta prediletos ao lado de Whitman e Robert Frost, John Keats é a essência da paixão mal vivida, o amor latente em seu estado puro, gosto quando ele diz :

    " Um poema deve ser compreendido através dos sentimentos, é uma experiência além do pensamento.
    A poesia conforta e incentiva a alma a aceitar o mistério."

    Em seu túmulo está gravado a seguinte mensagem:

    " John Keats : O poeta que gravou sua vida na água"

    O filme é muito bom também, mas aconselho a ler sua obra que é sensacional,aliás ele é um dos meus poetas que mais me inspiram escrever poemas.

    Outra coisa,não vi você ainda lá no Alucinações Amorosas ...

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. A fotografia e o figurino são mesmo belíssimos e a poesia presente tbm é envolvente, masw o filme é tão arrastado que nem o romance me fez perder o sono! hahaha ;*

    ResponderExcluir
  6. Eu vi o trailer desse 2 vezes no cinema, mas vou esperar o DVD ... é o tipo bom de ver em casa rsss

    ResponderExcluir
  7. Eu já vi o trailer desse filme, e simplesmente amei. To doida para ver!!
    XOXO, da Lisse

    ResponderExcluir
  8. Parece um filme lindo mesmo...
    Parece um escritor incrivel... pena que triste é sua história...

    ResponderExcluir
  9. Oi, Carol
    Essa foi boa...rs..ela é bem parecida com Nicole Kidman, mas bem melhor como atriz...

    Oi, Thaís
    Muito lindo mesmo o poema.

    Oi, Lizzie
    Eu tb fiquei querendo conhecer mais Keats, mas na internet, só acho poemas em inglês...

    Oi, Marcello
    Muito lindo este trecho que vc escreveu da poesia dele...essa da inscrição no túmulo eu já havia lido. Queria muito ler mais dele, mas não acho poesias em português na net. Bjs

    Oi, Rê
    Dá sono mesmo, mas vale a pena!

    Oi, Claudia
    Eu assisti baixando da internet, mas a tradução estava tão ruim que quero rever quando sair em DVD.

    Oi, Clarice
    Muito lindo mesmo...

    Oi, Beli
    Triste mesmo...nem me fale...bsj

    ResponderExcluir
  10. Nenhum cinema daqui do RJ apresentou esse filme, acredita? Mas somente pelo trailer, já dá para percebermos que será um filme lindo.

    Seus posts sempre me agradam bastante, pois vc vai além da resenha, você pesquisa e nos dá detalhes totalmente inesperados.

    Bjjs.

    ResponderExcluir

Adoro ler comentários...na medida do possível, responderei aqui mesmo