sexta-feira, 18 de junho de 2010

Morre aos 87 anos o escritor português José Saramago



(UOL Notícias - 09:15h)

"Morreu nesta sexta-feira (18) em Lanzarote (Ilhas Canárias), o escritor português José Saramago, aos 87 anos. Saramago ganhou o Prêmio Nobel da Literatura em 1998. A Fundação José Saramago confirmou em comunicado que o escritor morreu às 12h30 (horário local, 7h30 em Brasília) na residência dele em Lanzarote "em consequência de uma múltipla falha orgânica, após uma prolongada doença. O escritor morreu estando acompanhado pela sua família, despedindo-se de uma forma serena e tranquila". Nos últimos anos, o escritor foi hospitalizado várias vezes, principalmente devido a problemas respiratórios


O escritor nasceu em 1922, em Azinhaga, aldeia ao sul de Portugal, numa família de camponeses. Autodidata, antes de se dedicar exclusivamente à literatura trabalhou como serralheiro, mecânico, desenhista industrial e gerente de produção numa editora.

Começou a atividade literária em 1947, com o romance Terra do Pecado. Voltou a publicar livro de poemas em 1966. Atuou como crítico literário em revistas e trabalhou no Diário de Lisboa. Em 1975, tornou-se diretor-adjunto do jornal Diário de Notícias. Acuado pela ditadura de Salazar, a partir de 1976 passou a viver de seus escritos, inicialmente como tradutor, depois como autor.

Em 1980, alcança notoriedade com o livro Levantado do Chão, visto hoje como seu primeiro grande romance. Memorial do Convento confirmaria esse sucesso dois anos depois.

Em 1991, publica O Evangelho Segundo Jesus Cristo, livro censurado pelo governo português - o que leva Saramago a exilar-se em Lanzarote, nas Ilhas Canárias (Espanha), onde viveu até hoje. Foi ele o primeiro autor de língua portuguesa a receber o Prêmio Nobel de Literatura, em 1998.


Entre seus outros livros estão os romances O Ano da Morte de Ricardo Reis (1984), A Jangada de Pedra (1986), Todos os Nomes (1997), e O Homem Duplicado (2002); a peça teatral In Nomine Dei (1993) e os dois volumes de diários recolhidos nos Cadernos de Lanzarote (1994-7). O livro Ensaio sobre a Cegueira (1995) foi transformado em filme pelo diretor brasileiro Fernando Meirelles em 2008."

É uma grande perda para literatura portuguesa e mundial. Enrosquei em uma leitura de um livro dele certa vez (Memorial do Convento), mas reconheço que era um grande escritor. Gosto muito de "Ensaio sobre a Cegueira" e ainda quero ler muitos outros livros escritos por ele.


"Acho que na sociedade actual nos falta filosofia. Filosofia como espaço, lugar, método de reflexão, que pode não ter um objectivo determinado, como a ciência, que avança para satisfazer objectivos. Falta-nos reflexão, pensar, precisamos do trabalho de pensar, e parece-me que, sem ideias, nao vamos a parte nenhuma."
José Saramago

Revista do Expresso, Portugal (entrevista), 11 de Outubro de 2008

Blog: http://caderno.josesaramago.org/

10 comentários:

  1. Eu moro em Portalugal e osso afirmar que estão todos de luto pela morte de José Saramago. É uma perda muito grande para o páis, mas também para todos os países de língua portuguesa!
    :(

    ResponderExcluir
  2. Olá, Rê
    Tenho certeza que o Brasil inteiro também se juntará ao luto dos portugueses, é realmente uma perda muito grande.

    ResponderExcluir
  3. Descobri hoje o seu Blogue e estou fascinado.
    "Roubei-lhe" um post, mas foi por uma boa causa: divulgar a iniciativa da Educação para Todos.
    Com a morte de Saramago, perdeu Portugal, a Humanidade e, sobretudo a Literatura.
    Parabéns pelo Blogue!
    Horácio

    ResponderExcluir
  4. Oi, Horácio
    Obrigada pelo elogio e pela visita; seja sempre muito bem vindo...quanto ao post, não tem problema, desde que dê o crédito...

    ResponderExcluir
  5. Oi Lia,
    Encontrei seu blog hoje, estava pesquisando sobre o livro "A Terceira Xícara de Chá". Daí eu fui lendo os posts e vi que você comprou um box com os dvds da Jane Austen. Pode me passar as informações de onde comprou? Eu adoro Jane e sempre que acabo de ler baixo a série ou o filme. Mas adorei a idéia de ter os dvds. São legendados, né?! Ah vale a pena assistir Becoming Jane (esqueci o título em português) que conta a história da autora.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi, Érika
    Comprei no site da Livraria Saraiva. São legendados sim, mas ainda não assisti nenhum.
    Já assisti Becoming Jane (o título em português é Amor e Inocência), é muito bom. Obrigada pela visita ao blog, bjs

    ResponderExcluir
  7. Oi Lia, confesso que não sou expert em Saramago, pois o Memorial foi um dos únicos, senão o único livro que não consegui ler até o fim na vida! Daí embatuquei com ele, achava chato e cansativo, mas tenho lido trechos de outros escritos dele e tenho gostado...talvez tenha conhecido Saramago pelo livro errado pra alguém tão jovem na época (eu).Me deu vontade agora, de ler outras coisas dele. Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Saramago fará muita falta a Literatura Portuguesa, a todos nós...

    ps: Lia, gsotei muito do seu blog.. O título é muito parecido comigo tb: adoraria morar numa livraria... rsrsrssrs

    ResponderExcluir
  9. Oi, Glorinha
    Eu tb não sou muito expert em Saramago..rs..li "Memorial do Convento" bem na marra, para faculdade, e sinceramente não gostei muito. Tentei ler "Intermitências da Morte" e abandonei. Mas adoro "Ensaio sobre a Cegueira"...acho que podemos nos identificar com alguns livros e outros não. Sobretudo, reconheço que foi um excelente escritor, eu gostando do livro ou não..bjs

    ResponderExcluir
  10. Oi, Deborah
    Obrigada pela visita; seja sempre muito bem vinda..bjs

    ResponderExcluir

Adoro ler comentários...na medida do possível, responderei aqui mesmo