terça-feira, 29 de junho de 2010

Desafio Literário - Junho (Reserva): A Hora da Estrela - Clarice Lispector

Tema: Escritora Brasileira
Mês: Junho
Livro escolhido: A Hora da Estrela
Autora: Clarice Lispector
Editora: Rocco
Número de páginas: 106

Sinopse: A hora da Estrela é o penúltimo romance e último livro publicado em vida pela escritora Clarice Lispector. O romance narra as desventuras de Macabéa, uma moça sonhadora e ingênua, recém-chegada do Nordeste ao Rio de Janeiro, às voltas com valores e cultura diferentes. Macabéa leva uma vida simples e sem grandes emoções, tendo sua rotina narrada por um escritor fictício chamado Rodrigo S.M. Começa a namorar Olímpico de Jesus, que não vê nela chances de ascensão social de qualquer tipo.

O livro é sobre: Possui duas temáticas: é uma obra sobre a vida de uma retirante na cidade grande, mas também uma reflexão sobre o papel do escritor na sociedade moderna.
Clarice adota discurso regionalista em A hora da Estrela, algo incomum em suas obras.  Ela comentou sobre este livro em sua única entrevista televisionada, concedida em fevereiro de 1977 ao reporter Júlio Lerner para a TV Cultura, de São Paulo. Na entrevista, ela menciona que acabara de completar um livro com "treze nomes, treze títulos", embora ela tenha se recusado a citá-los. Ela diz, que o livro é "a história de uma moça, tão pobre que só comia cachorro quente. Mas a história não é isso, é sobre uma inocência pisada, de uma miséria anônima."  Na mesma entrevista, Clarice diz que usou como referência para Macabéa a sua própria infância no nordeste brasileiro, além de uma visita a um aterro onde nordestinos se reuniam em São Cristóvão. Ela diz ter sido neste aterro que ela capturou "o ar meio perdido" do nordestino na cidade do Rio de Janeiro. A novela foi escrita à mão em diversos fragmentos de papel, a partir dos quais Lispector, com a ajuda da sua secretária Olga Borelli, compôs a versão final do romance. O livro foi publicado em 26 de outubro de 1977, pouco antes da autora ingressar no hospital do INPS da Lagoa, no Rio de Janeiro.


Eu escolhi este livro porque: já havia tentado lê-lo há muito tempo atrás e acabei abandonando-o. Dessa vez, tinha certeza que conseguiria, pois já estou mais familiarizada com a leitura de Clarice. Como fiz a lista do Desafio Literário antes de criar o Desafio Clarice Lispector (mais informações aqui ), acabei lendo-o antes de todos os outros da lista feita para este último desafio.

A leitura foi: tranquila. É incrível como faz diferença a época que lemos um livro...imagino que antes, quando tentei lê-lo, não tinha maturidade suficiente para esse tipo de leitura. É um livro profundo; Macabéa nos cativa e não tem como não se envolver com sua história. Achei o final bem triste, apesar de já saber há anos o que acontece com a personagem. O sonho dela era ser atriz e no final, ela consegue sua "Hora da Estrela"...

Curiosidades:  A Hora da Estrela é  talvez o  romance mais famoso de Clarice Lispector, sendo adaptado para o cinema por Suzana Amaral em 1985, com Marcélia Cartaxo (Macabéa), José Dumond (Olímpico) e Fernanda Montenegro (cartomante). O filme ganhou vários prêmios no Festival de Brasília em 1985, inclusive melhor atriz para Marcélia Cartaxo. Aliás, ela é a própria Macabéa, nunca vi melhor escolha para um papel. Gostaria muito de assistir ao filme, parece ser bem fiel à obra.

Trailler:



Outra curiosidade: Clarice Lispector é judia, mas isto nunca transpareceu em nenhuma de suas obras. A exceção é a utilização neste livro, do nome Macabéa, referente ao macabeus. (Macabeu é o nome de uma família judaica; Judas Macabeu e seus irmãos desafiaram as ordens de um rei estrangeiro que profanou o  Templo de Jerusalém, ordenou aos judeus que adorassem falsos deuses e tentou destruir os que resistiram.)


Fontes da pesquisa: Wikipedia e a biografia Clarice, de Benjamin Moser.

6 comentários:

  1. Lia
    Aprendi muito sobre Clarice com seu post ... tambem estou lendo Clarice e gostando muito. Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi, Larissa
    Que bom que está gostando...bjs

    ResponderExcluir
  3. Assim dá gosto de ler uma resenha. Muito bem feita de maneira a nos incentivar a ler a obra em questão. òtima escolha!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Vivi
    Muito obrigada pelo elogio, uma leitura boa inspira a gente a escrever um bom post...rs..bjs

    ResponderExcluir
  5. Ótima resenha, Lia!

    Na verdade nunca li um livro de Clarice Lispector inteiro, mas li trechos de vários deles no volume de Clarice no Literatura Comentada, uma série dos anos 80 que era vendida em bancas. Ajudou para o vestibular e também para despertar o gosto pela leitura de vários autores.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Gostei muito da resenha, parabéns!!! Sobre o livro... acho que toda mulher tem um lado Macabea!!!
    Beijoss

    ResponderExcluir

Adoro ler comentários...na medida do possível, responderei aqui mesmo