quinta-feira, 3 de junho de 2010

Cavalos Partidos - Jeannette Walls


Sinopse:

"A autobiografia de Jeannette Walls, O Castelo de Vidro, 'é simplesmente espetacular' (Entertainment Weekly). Em seu novo livro, ela traz a história de sua avó, contada na primeira pessoa, num tom autêntico, irresistível e exultante.

'Aquelas vacas velhas sabiam, antes de nós, quando ia haver encrenca'. Assim começa a história de Lily Casey Smith, a avó pé no chão, despachada e especialmente comovente de Jeannette Walls. Aos seis anos, Lily ajudava o pai a domar cavalos. Aos quinze, saiu de casa para ser professora primária em uma cidadezinha na fronteira oeste de sua cidade natal - cavalgou oitocentos quilômetros na sua égua, sozinha, para chegar ao local. Aprendeu a dirigir e, depois, a pilotar avião. Com seu marido, Jim, administrou um enorme rancho no Arizona e criou dois filhos, sendo um a memorável mãe de Jeannette, Rosemary Smith Walls, inesquecivelmente retratada em O Castelo de Vidro.

Lily sobreviveu a tornados, a secas, a inundações, à Grande Depressão e à mais triste tragédia pessoal. Ela opunha-se a todos os tipos de preconceitos - contra as mulheres, os índios norte-americanos e os que não se encaixavam nos padrões."

Gostei desse livro, mas não tanto quanto gostei do Castelo de Vidro, que achei a primeira história bem mais envolvente. A autora explica que, originalmente, iria escrever sobre a infância de sua mãe, mas esta a convenceu que era Lily quem havia tido uma vida muito mais interessante e que o livro deveria ser sobre ela.

Lily era uma mulher a frente do seu tempo, que não se conformava, uma mulher vibrante e falastrona, que explicava, com riquezas de detalhes, o que lhe acontecera, por que acontecera, o que ela fizera depois e o que aprendera como lição - tudo isso com intenção de transmitir lições de vida à sua filha, Rosemary. Parece que não resolveu muito; quem leu Castelo de Vidro saberá do que estou falando...rs

Quem acompanha meu blog há algum tempo já pode perceber que adoro biografias. Gosto de "vivenciar" épocas e lugares reais, saber como as pessoas se comportavam e o que fizeram a ponto de merecer que alguém contasse sua história. Essa não é uma das melhores biografias que li, mas é um livro fácil de ler, não muito longo e Jeannette é uma excelente contadora de histórias. Consegue nos envolver de tal modo, que às vezes sentia até sede lendo sobre a vida no deserto e a constante falta de água. Recomendo essa leitura.

11 comentários:

  1. Oi Lia, eu ainda não li O Castelo de Vidro, é bom é? tá vendo porque gosto tanto de vir aqui? vc nos passsa informações importantes e dicas sobre uma das minhas paixões, a leitura...ontem terminei um chaaaato: Cosimo de Medici, não gostei do modo como foi escrito...depois conto mais lá no blog...e eu tb amo biografias, estou louca pelo Clarice do Bem Moser, vc já leu, ou está lendo? Está gostando?
    bjs.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Glorinha
    O Castelo de Vidro é muito bom, mas bem triste..como acontece desgraça com aquela família...meu Deus! Estou lendo a biografia de Clarice, estou adorando, mas lendo beeemmm devagar..rs..bjs e bom feriado

    ResponderExcluir
  3. Lia, gosto muito de biografias e ja' coloquei na minha lista O Castelo de Vidro. Beijos

    ResponderExcluir
  4. Eu ouvi falar bem do Castelo de Vidro, esse eu não conhecia, parece interessante ... eu também gosto de biografia, tem algo de fascinante nelas (sem nem contar o conteúdo).

    Bjus

    ResponderExcluir
  5. Oi, Larissa
    Leia sim, é triste mas muito bonito...bjs

    Oi, Claudia
    Os dois são bons, eu gostei bastante..bjs

    ResponderExcluir
  6. Olá passei por aqui , para ler seu comentário sobre cavalos partidos, já li o castelo de vidro e tb adorei !!!!! Como disse que gosta de biografias , gostaria de algumas dicas de livros que já leu , pois eu tb as adoro !!! Bom até mais abraços

    ResponderExcluir
  7. Olá passei pra ver seu comentário de cavalos partidos, já li o castelo de vidro e adorei!!!! Como gosta de biografias ,gostaria de algumas dicas de livros que já leu , pois tb as adoro !!!Até mais abraços

    ResponderExcluir
  8. oieee eu li o castelo de vidro e fiquei apaixonada...lendo fui da furia ao amor...e agora estou curiosa para ler este cavalos partidos estou montando um post do castelo de vidro mo meu blog e procurando material encontrei o seu e achei super legal...bjoss e boa sorte com seu blog q esta muito bom

    ResponderExcluir
  9. oi, Nita
    Muito obrigada pela visita e pelos elogios! Bjs

    ResponderExcluir
  10. Li "O Castelo de Vidro" neste fim de semana, ele é incrível, na verdade nas primeiras páginas não me interessei muito, porém de acordo com que você vai lendo a história, se envolve de uma tal forma que realmente quer saber e anseia por saber o final do livro... adorei a história e recomendo.
    Ariene Thomaz
    Bjoss.

    ResponderExcluir
  11. Jeannette é minha autora favorita, não só pela escrita em si, mas pela sua determinação. Ela é uma heroína. Apesar de todas as dificuldades e negligências, sempre encarou a vida de uma forma leve e via beleza e amor onde não existia. O castelo de vidro é de longe o meu livro favorito, o indico a todos que gostam de ler. Acho que todo ser humano deveria lê-lo, faz com deixemos de nos preocupar com nosso eu e olhar a vida e as pessoas de uma forma diferente.

    ResponderExcluir

Adoro ler comentários...na medida do possível, responderei aqui mesmo