sábado, 29 de maio de 2010

Alice - Edição Comentada


"O livro conta a história das aventuras de Alice ao cair numa toca de coelho, que a leva a um lugar povoado por criaturas que misturam características humanas e fantásticas que lhe apresentam enigmas. Nesta edição comentada da obra 'Alice no país das Maravilhas' e 'Através do Espelho' o leitor encontrará notas de Martin Gardner - esclarecendo artifícios literários, estruturas narrativas e explicando trocadilhos da época, enigmas ou mesmo as alusões à vida pessoal do autor - buscando dar sentido a passagens não esclarecidas nas traduções até então disponíveis em português. O livro traz ainda esboços descobertos; uma introdução situando 'Alice no País das Maravilhas' e 'Através do Espelho' no contexto da Inglaterra vitoriana; bibliografia da obra de Lewis Carroll; Filmografia, com os filmes já produzidos sobre Alice e um episódio de 'Através do Espelho - O Marimbondo de Peruca'.

As notas de Martin Gardner – um dos maiores especialistas em Carroll – dão sentido a passagens nunca antes elucidadas, esclarecendo trocadilhos de época, enigmas lógicos e referências à vida pessoal do autor, além de tornarem possível uma tradução mais próxima da versão original. Uma revolução nas interpretações das histórias de Alice, proporcionando a crianças e adultos do século XXI o caminho perfeito para penetrar no País das Maravilhas e no mundo invertido do Espelho. Cortem a cabeça de quem ficar de fora desta!"


Demorei muito para ler esse livro; não que ele seja difícil de ler, é que acabei passando outras leituras na frente e ele ficou abandonado...pretendia terminá-lo antes de ir assistir ao filme de Tim Burton, mas não deu. Mesmo quem nunca leu nenhum dos dois livros, conhece a história de Alice. Vou confessar que lembrava mais pelo filme da Disney do que das leituras que havia feito muitos anos atrás. Acho o primeiro livro mais "fácil" de entender; o segundo, que é todo baseado em uma partida de xadrez, é bem mais confuso. As notas explicativas de Martin Garder ajudam bastante,como ele mesmo diz na introdução: "No caso de Alice, estamos lidando com uma espécie de nonsense muito curioso, complicado, escrito para leitores britânicos de um outro século, e precisamos conhecer um grande número de coisas que não fazem parte do texto se quisermos apreender todo seu espírito e sabor. É até mais grave do que isso, porque algumas piadas de Carroll só podiam ser compreendidas por quem residia em Oxford, e outras, ainda mais privadas, só estavam ao alcance das encantadoras filhas do deão Liddell."

Além disso, muitos dos trocadilhos e outros jogos linguísticos fazem mais sentidos na língua original; com a tradução perde-se um pouco a graça. Apesar de toda magia da história, é uma leitura difícil para crianças.

Sobre o autor:

Charles Lutwige Dodgson, mais conhecido como Lewis Carroll, era um solteirão tímido e excêntrico que lecionava matemática no Christ College, em Oxford. Gostava muito de brincar com matemática, lógica e palavras, de escrever textos nonsense e da companhia de menininhas encantadoras. Em um dos passeios com as filhas do reitor de Oxford, Alice, Ina e Edith, Charles contou a história que mais tarde chamaria de "As aventuras de Alice no mundo subterrâneo". Alice, com 10 anos, gostou tanto da história que pediu que ele a escrevesse. Mais tarde, a história mudou de nome - Aventuras de Alice no País das Maravilhas. Alguns anos depois, escreveu a continuação - Através do Espelho e o que Alice encontrou por lá.

Gostei muito de ambos os livros e a introdução ajudou a saber bem mais sobre a vida de Lewis Carroll; apesar de conhecer muito da sua biografia, não pude evitar o choque ...vou falar mais sobre isso quando fizer a resenha do livro que li logo a seguir: Eu Sou Alice (Melanie Benjamin).

6 comentários:

  1. Eu li apenas o primeiro livro, o outro - "através do espelho" - eu ainda não li.
    Assisti ao desenho da Disney, e tb fui ao cinema assistir a versão de Tim Burton que, por sinal, me deixou decepcionada. Não gostei do filme.
    Bj.

    ResponderExcluir
  2. Ainda não li "através so espelho" e não sei se lerei... Não sabia que essa edição vinha cheia de comentários, parece ser interessante.

    ResponderExcluir
  3. Eu quero essa versão comentada, eu li esses livros faz um tempo já e era versão básica de bolso. Vou aguardar o Eu sou alice, já esta na minha estante.

    ;)

    ResponderExcluir
  4. Não sei se já falei pra vc, mas nunca tive saco pra Alice...achava chato desde criança...nunca nem vi o desenho todo....quanto mais o filme...chatura!
    Ontem fui a um encontro de blogueiras na Confeitaria Colombo no Rio liderado pela Georgia e pela Flavia do O que Elas estão Lendo e algumas de nós falamos de seu blog, de como gostamos dele etc e tal...indicamos pras outras que não conheciam...espero que venham até aqui te ler...Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi, Daniela
    O filme só aproveitou a história, ficou bem diferente mesmo.

    Oi, Carol
    Para quem quer conhecer mais sobre o autor, a história e a época, é muito bom.

    Oi, Glorinha
    Fiquei sabendo desse encontro; morri de vontade de ir, pena que não sou do Rio. Muito obrigada pela divulgação, fico muito feliz! Bjs

    ResponderExcluir
  6. Oi, Cláudia
    Gostei muito da edição comentada, vale a pena. Já irei fazer a resenha do Eu Sou Alice. Bjs

    ResponderExcluir

Adoro ler comentários...na medida do possível, responderei aqui mesmo