segunda-feira, 26 de abril de 2010

Desafio Literário - Abril: Como Água para Chocolate (Reserva)

Tema: Escritor (a) Latino-americano (a)
Mês: Abril
Livro: Como Água para Chocolate (Reserva)
Autora: Laura Esquivel
Editora: Martins Fontes
Número de páginas: 205 páginas


Sinopse: Laura Esquivel inaugurou um novo gênero literário: a cozinha-ficção. Neste surpreendente romance que tem como subtítulo Romance em fascículos mensais com receitas, amores e remédios caseiros, tudo gira em torno da cozinha. Cada capítulo é aberto com uma extraordinária (e perfeitamente realizável) receita, em torno da qual não só se aglutinam os comensais que as consomem como também se "cozinham" e "coalham" amores e desamores, risos e prantos (sobretudo risos). Em suma, uma cozinha - espaço e função - onde se celebra o triunfo da alegria e da vida sobre a tristeza e a morte.

O livro é sobre: O livro relata a história do amor sofrido e profundo entre Pedro e Tita . Como eles não podem ficar juntos, ela direciona todo seu amor para o ato de cozinhar; todas suas receitas acabam tocando as pessoas que as experimentam e mudando suas vidas de alguma forma.


O livro "Como água para chocolate" leva-nos até ás profundezas de um México rural dos principios do século XX. Pedro e Tita ficam impedidos de concretizar o casamento por um preconceito infundado: Tita é a filha mais nova de três e não pode casar , porque na familia manda a tradição que a filha mais nova se mantenha solteira e cuide da mãe até á hora da morte.A mãe oferece então a mão de Rosaura a filha mais velha a Pedro que acaba por se casar com ela para ficar perto do seu amor: Tita. Esta durante o seu infortunio conta com a criada india ( Nacha) que lhe vai soprando aos ouvidos receitas e conselhos na vida e na morte. Tita constrói e solidifica a sua relação com Pedro através de receitas tipicas, rústicas e às vezes invulgares e requintadas. As receitas, uma para cada mês, e o desejo, o desespero, o choro e a alegria, com que as faz são a sua maneira de se rebelar e de comunicar os seus sentimentos ao seu amor.

 À medida que o enredo vai avançando, são contadas histórias paralelas como os amores ilegitimos da autoritária e cruel mãe de Tita (Mamã Elena) e a fuga da irmã Gertrudes com um soldado.

Eu escolhi este livro porque: Consegui este livro no site Trocando Livros e aproveitei para lê-lo no Desafio.

A leitura foi: muito rápida; é um livro muito gostoso de ler.

Sobre a autora: Escritora mexicana, Laura Esquível nasceu a 30 de Setembro de 1950, na cidade do México. Oriunda de uma família católica, manteve, no entanto, desde cedo uma certa abertura de espírito que a levou, na sua juventude, a estudar as filosofias orientais, a praticar a meditação e seguir uma dieta vegetariana. Não obstante, foi grandemente influenciada pela avó, autêntica matriarca da família, que se costumava reunir com as mulheres na cozinha, lugar que Laura Esquível veio a considerar ideal para que o sexo feminino possa partilhar pensamentos íntimos. Escreveu "Como Água para Chocolate" em 1989, que foi adaptado para o cinema em 1993. (Fonte: Wook )

Faz muito tempo que vi o filme; não lembro se é ou não fiel ao livro. O final parece ser o mesmo, do pouco que lembro.

Trailler do filme:



Curiosidades: o filme foi dirigido por Afonso Arau, marido de Laura Esquivel.

15 comentários:

  1. Este e' meu livro reserva tambem!!! mas ainda nao chegou pelo correio, acho que nao vou conseguir ler para o Desafio!!!! Beijos

    ResponderExcluir
  2. Esse livro parece ser ótimo, e acredita que não consegui completar meu desafio desse mês!? aff

    Bjos flor!

    ResponderExcluir
  3. Eu não vi esse filme, o livro parece muito bom - adoro livro e receitas então combina comigo.

    Boa semana!

    ResponderExcluir
  4. Adoro a literatura mexicana, apesar de não conhecer tanto como gostaria.

    Segundo alguns especialistas, esse livro teve uma das adaptações mais fieis para o cinema.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Lia!!!
    Esse livro perece ótimo! Não conheço os autores mexicanos e nem os livros...
    Agora estou cuiriosa para saber mais a respeito dessa história de amor entre Pedro e Tita... E me parece que o livro retrata bem os costumes mexicanos naquela época...
    Bjuss

    ResponderExcluir
  6. Que pena, Larissa..mas leia mesmo assim, é ótimo! Bjs

    ResponderExcluir
  7. Oi, Mirelli
    Eu quase não consegui tb...acabei o primeiro livro essa semana mas ainda não fiz a resenha.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Claudia
    Leia sim, boa semana para vc tb.

    Oi, Ana Maria
    Vou tentar achar o filme para assisti-lo novamente; não lembro de quase nada...mas acho que era bem parecido sim...

    Oi, Beli
    É uma história de amor bem bonita mesmo...

    ResponderExcluir
  9. Ei Lia,

    Eu gostei muito deste livro, também acho ele muito leve e gostoso de ler.
    Q raiva da irmã dela mas as receitas hummm

    bjo

    ResponderExcluir
  10. tanto o livro quanto o filme estão na minha lista de favoritos. a história é deliciosa!

    ótima resenha :)

    ResponderExcluir
  11. Oi, Nanda
    Dá raiva mesmo da Rosaura, mas ela teve o fim que mereceu..rs..demorou, mas teve! Bjs

    Oi, Naomi
    Obrigada, eles são ótimos mesmo

    ResponderExcluir
  12. Oi Lia, adorei demais este livro e o filme também, um dos poucos que aprovei os dois...falando nisso tá na hora de reler...bjinho!!

    ResponderExcluir
  13. Eu li esse faz uns quanto ou cinco anos e ainda lembro como era delicioso sua leitura. Adoro.

    ResponderExcluir
  14. Amo este livro, Lia! É um dos meus especiais! Os outros são O Clube da Felicidade e da Sorte, Vinho de Amoras, Tomates Verdes Fritos e A Senhora das Especiarias. Por algum motivo singular todas as autoras destes são mulheres e todas possuem origens distintas (apesar de algumas serem americanas!). Mas os livros são apaixonantes.

    E Esquivel me arrebatou com suas receitas em Como Água para Chocolate. Ainda sonho em provar do Frango com molho de pétalas de rosas. rs

    Gostei de sua opinião sobre ele. Até me deu vontade de ver o filme também (coisa que nunca fiz! rs)

    Grande abraço pra ti!

    ResponderExcluir
  15. Ai, eu leria esse. Mas não deu...Sua resenha motivou-me imensamente a ler o livro.

    Beijos

    ResponderExcluir

Adoro ler comentários...na medida do possível, responderei aqui mesmo